Posicionamento ápico-coronal dos implantes dentários

Devemos ou não aprofundar nossos implantes dentro do osso?

  • Posicionamento ápico-coronal dos implantes dentários

Objetivo do curso

Debater com o aluno aspectos que ajudem na definição da correta posição ápico-coronal do implante, levando em consideração o tipo de conexão protética, o biótipo gengival e as distâncias biológicas peri-implantares.

Coordenador: Prof Dr Patrick Henry Machado Alves

Conteúdo

O curso conceituará o espaço biológico periodontal e peri-implantar, o biótipo gengival e os diferentes tipos de conexões protéticas, de maneira didática, objetiva e com fundamentação científica, evidenciando a influência destes aspectos no posicionamento ápico-coronal dos implantes dentários e na remodelação óssea peri-implantar. Mostrará ainda como podemos minimizar a remodelação óssea fisiológica ao redor de todos os implantes dentários através de uma técnica cirúrgica adequada. Ao final do curso o aluno será capaz de responder as seguintes questões:

  • ·         Qual a dimensão do espaço biológico periodontal e peri-implantar? Eles podem variar?
  • ·         Quais as formas de diagnosticar o biótipo gengival do seu paciente?
  • ·         Quais conexões protéticas são capazes de eliminar a remodelação óssea peri-implantar (SAUCERIZAÇÃO)? Será possível evita-la?
  • ·         Devo instalar meu implante de maneira subcrestal (1, 2 ou 3 mm infra ósseo)?
  • ·         Os implantes com conexões cônicas internas (“cone morse”) devem sempre ser instalados 2 mm abaixo da crista óssea?
  • ·         Implantes unitários não precisam de guia cirúrgico?

Outros cursos relacionados

Com tradição de 20 anos e qualidade comprovada, uma equipe de professores doutores de ponta, para profissionais que buscam o sucesso.